Músicas preferidas

Loading...

quinta-feira, 6 de maio de 2010

22 Anos da Eco 92.. . O que foi feito até hoje?



O verdadeiro Descaso das autoridades no Rio de Janeiro

 
 



A Baía de Guanabara pode ser considerada um estuário que engloba inúmero rios que levam a ela, em média, mais de 200 mil litros de água por segundo. Essa água é captada pelas bacias hidrográficas desses rios que, somados, formam a Região Hidrográfica da Baía de Guanabara.
As maiores bacias são as do rio Guapi/Macacu, Caceribu, Iguaçu/Sarapuí, Estrela/Inhomirim/Saracuruna, Guaxindiba/Alcântara, Meriti/Acari, Canal da Cunha, Canal do Mangue, Bomba, Imbuaçu, Suruí, Roncador, Magé e Iriri. Nas áreas densamente urbanizadas, os rios são quase todos canalizados e em muitos trechos são cobertos, conduzindo águas de péssima qualidade.




 
Vários dos rios e canais da Guanabara estão muitíssimo poluídos. Outros, como o Macacu, ainda mantêm qualidade suficiente para servirem para o abastecimento público.
Ocupações e obras mais recentes, como as Linhas Vermelha e Amarela (1970 até o presente). Degradação ambiental continua em nível elevado, e o início de algumas obras de saneamento, urbanização e controle ambiental não revertem os níveis de degradação. Violência na região passa a ser problema de saúde pública.
Nessa época, já existiam mecanismos dentro dos orgãos competentes, que insanamente liberaram licenças para construção da Linha Vermelha na época da Eco 92. Uma Obra que foi concluída às pressas, em 6 meses, para a passagem das autoridades internacionais que paticipariam da Eco 92.
Uma obra tocada de qualquer maneira, sem nenhum estudo ambiental, onde já era clara a degradação da baia de Guanabara. Assoriamento, principalmente na antiga favela da maré, retirada para construção da Linha Vermelha na época.
Mas foi essa a atirude do Governo na época, a  retirada das Palafitas alí existentes, pois durante a conferência da Eco 92, onde o Governo Federal  Brasileiro, o Estadual e Municipal, se comprometeram na despoluíção da baia de Guanabara. 

Hoje, 22 anos depois de vários acordos serem assinados, vemos a baia de Guanabara Pior do que antes. A totalidade dos rios que desaguam na baia, continuam literalmente imundos, sem que nenhuma atitude tomada pelo  Governo do Estado, para que  alguma providência mais eficaz fosse tomada, com resultados relevantes de fato. Na foz desses rios, antes que os mesmos derramassem milhões de métros cúbicos de dejetos na baia, fosse criada uma estação de tratamento, evitando assim, o assoriamento da própria baia e, dos rios que sofrem às suas margens, a favelização e sua degradação.
Dos vários rios que desaguam na baia de guanabara, não vimos nesses 22 anos, após a Eco 92, nenhuma atitude dos nossos governantes em sanar os problemas que se arrastam ano após ano.

Mas vemos nosso Ministro, Ridículo, Carlos Minc dançando frenéticamente na inauguração da estação Alegria. Como isso fosse de fato, um momento para se festejar alguma coisa.

A questão é simples, mas não interessa a eles em tornar realidade essa postura, a da despoluíção da baía de Guanabara, que sofre com o descaso das autoridades do nosso estado.
Bilhões foram depositados pelo Bird, mas até agora nada foi feito. E esses dinheiro, foi desviado pelo nossos governantes.
Depois de quase 15 anos de obras, a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Alegria, no Caju, foi inaugurada na manhã desta quinta-feira. A estação, que já entrou em pré-operação, vai tratar 2.500 litros de esgoto por segundo, volume correspondente a um Maracanãzinho por dia. O adubo produzido a partir do tratamento do esgoto será utilizado no plantio de mudas de árvores da Mata Atlântica a serem plantadas nas margens dos rios e na produção de biodiesel. Segundo a secretária estadual do Meio Ambiente, o Estado vai passar a ter 35% do esgoto tratado com essa estação e o sistema de esgotamento da Barra da Tijuca. Para Carlos Luís Martins, superintendente de Operação da Rio 2016, a inauguração da ETE Alegria é uma demonstração de engajamento do governo pela despoluição da Baía de Guanabara, por isso é muito importante à candidatura do Rio para as Olimpíadas. A expectativa do governador Sérgio Cabral é que até 2016 todo o esgoto da cidade do Rio seja tratado, assim como 80% de todo o esgoto do estado
A Ponte Rio Niteroí demorou quatro anos para ser concluída e Inaugurada de fato, mas o que seria de máxima Urgência, a Estação de tratamento de esgoto Alegria no caju, demorou nada mais, nada menos, que 15 anos. 
Sendo que!
 Foi inaugurada simbólicamente, pois sua capacidade real de funcionamento, está longe do previsto.
Mas!!
Não se esqueceram de vislumbrar sua magnitute, ao colocar no projeto, uma iluminação especial, ilustrando assim, a Politicagem como forma de palanque Politico.
Como hoje em dia imagem é quase tudo, a Cedae instalou uma iluminação artística na estação, com imagens inspiradas nas ondas do calçadão de Copacabana, para a população ver da Linha Vermelha. O teste da iluminação foi realizado na noite desta quinta-feira, janeiro de 2009.

2 comentários:

  1. Olá,

    Eu sou Israelense, hoje moro no Brasil faz mais de 1 ano. Quando fui conhecer o Rio de Janeiro ano passado com meu marido, fiquei aterrorizada com o que vi. Nem mesmo Gaza ou Cisjordânia, que são áreas de conflito e onde vivem milhões de palestinos humildes eu vi coisas tão tristes como as favelas, violência, a sujeira nas ruas, etc. As imagens do mar na Baía da Guanabara é um retrato do descaso das autoridades e também de um povo que não cuida de onde vive.

    Carlos Minc é da nossa comunidade (Ele ser judeu), mas apesar de ser quem ele é, eu o achar um "bobalhão"

    Seu Blog é muito informativo.

    Fique em paz, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Isha!!

    Na verdade Isha!!
    Não podemos atribuir de fato essa sujeira que vemos às margens da Baia de Guanabara ao povo, mas sim, ao sistema Político que hoje vivemos. Um sistema Corrupto e corporativista, onde os nossos politiqueiros em suas campanhas, fazem promessas e, atos de caridades. A chamada campanha do troca troca. Eu te dou um saco de cimento, e vc me retorna com seu voto.
    Isso em detrimento ao alto índice de pobreza do Rio. Há 30 anos atrás tinhamos aproximadamente 35 favelas no Rio de Janeiro, sendo que, essas favelas, hoje chamadas socialmente de comunidades, não eram de pessoas violentas, mas sim, de pessoas sem condições mínimas de moradia, educação e cidadania. Excluídos mesmos, sem nenhuma possibilidade de se auto sustentar.
    Mas após a década de 80, em data precisa, a partir de 1985, a política do governo do estado, do Então Sr. Leonel Brizola, foi a de, favelizar a cidade, pois isso geraria maior número de cidadãos ignorantes, podendo assim, o mesmo, Brizola, conseguir se manter no poder através dessas ocupações irregulares.
    Nunca na história do Rio de Janeiro se viu tamanho descaso das autoridades, quanto a associação de um governo ao crime organizado, como foi a gestão do Sr. Brizola.
    Daí em diante, as Favelas foi tendo um crescimento asombroso. Ruas, Avenidas, Terrenos particulares e Públicos, Prédios empresariais, que eram considerados massa falida.. Tudo foi invadida com o aval das autoridades.
    Hoje temos mais de 1050 favelas no Rio... Somos um Povo citiado pelo crime organizado. E isso Isha, com o aval da própria Policia do estado, onde às Mílicias comandam e se agregam, se associam ao mesmo crime organizado nos morros e favelas de todo o Estado.
    Falta vergonha... Falta vontade administrativa, não Política, pois não acredito em Política, mas sim, em uma verdadeira administração do dinheiro Público, os quais nós, o Povo, são os que sofridamente pagam todos os dias.

    Um Abraço

    Marcio RJ

    ResponderExcluir