Músicas preferidas

Loading...

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Em julho se prepare.. O Rio vai virar de vez o Caus...

O Prefeito ja oficializou...
A partir do dia 26 de junho a Av. Rio Branco será fechada.
Onde ele vai enfiar às 115 linhas de ônibus que passam pela Rio Branco... Isso é uma pergunta vergonhosa não acham?
Lembram da passeata que houve sobre os Royalties no Rio, em apenas um trecho da Rio branco interditado, o Rio virou o caus. Imagina fechá-la de vez.
Sem antes criar uma alternativa de transporte, que por sinal já é o caus para os usuário do rio, que sofrem, viajando até 3hs dentro de ônibus completamente sucateados.
Imaniga quando ele desmontar o elevado da Perimetral... Ai que a cidade vai quebrar de vez....
Ele é um verdadeiro louco, mas a Camara do Vereadores tam,bém, pois aprovar projetos como esses, é compactuar com a roubalheira que vai ser e, compactuar com o descaso com o povo do Rio.










Ficha limpa 3 - Eu vou Limpar tua Ficha Pai....

                FILHO, SERÁ QUE VOU CONSEGUIR LIMPAR MINHA FICHA?
   pAI, EU TÔ NO cONGRESSO, DEIXA POR MINHA CONTA QUE EU LIMPO...
Classificar uma obra como “construção faraônica” é usar um símbolooricamente forte. As edificações dos faraós eram suntuosas, milionárias, pujantes. Mobilizavam inúmeros trabalhadores e muitos recursos para construir aquilo que representaria poder e, de alguma forma, opressão. No Rio de Janeiro do século 21, uma obra do ex-prefeitoMaia (DEM) ganhou, por inúmeras vezes, essa classificação. Adjetivação justa e pertinente: a Cidade da Música talvez seja a obra mais suntuosa, cara, inútil e pouco transparente da dinastia Maia. hist César
Criada para abrigar eventos de música clássica – de baixíssima demandao Rio – na Barra da Tijuca (bairro nobre da cidade), a obra já tinha orçamento incrivelmente caro quando foi anunciada. As estimativas, em 2002, feitas pelo então secretário municipal de Cultura, Ricardoeira, eram de um custo de R$ 80 milhões. O valor, queescandalizava os defensores de democratização da cultura no Estado, terminaria por ser muito pequeno perante o que seria gasto. Segundo levantamento da gestão atual da prefeitura, mais de R$ 500 milhões já teriam sido gastos. Desse valor, R$ 430 milhões já teriam sido pagos às empreiteiras (437% a mais que o orçamento inicial). n Maci l
Nem o Ministério Público e o Tribunal de contas do Município até agora concliíramm o caso, onde o rombo chega a 500 milhões de reais aos cofres Públicos do Município.
E ele, Cesar Maia vem aí, como canditado nas eleições de 2010.

Ficha Limpa 2 - Arruda vai ser Condenado ou não?

Dezenas de processos nas costas, será que arruda vai ser preso mesmo?
Cadê nossos Juízes Honestos... Será que eles existem?


Veremos o desfecho de mais um caso de rombo aos cofres Públicos no Brasil.....



     Serra diz a Arruda... Eu dou um jeitinho de te livrar Amigo!
 
Collor diz pra Arruda... Eu me livrei porque você não vai amigão!

Chega ao STJ nova denúncia contra Arruda Uma nova ação penal é autuada no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra o governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda. Agora, o Ministério Público Federal acusa o governador de inserir informações falsas em quatro documentos entregues à Justiça, declarando o recebimento de dinheiro de Durval Barbosa, com o objetivo de alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante investigado no inquérito n. 650, em trâmite no STJ sob a relatoria do ministro Fernando Gonçalves.

Os documentos apresentados por Arruda não possuem data e atestam o recebimento de dinheiro para “pequenas lembranças e nossa campanha de Natal”, nos valores de R$ 20 mil, R$ 30 mil, R$ 20 mil e R$ 20 mil, respectivamente nos anos de 2004 a 2007.

De acordo com a denúncia, eles foram elaborados, impressos e assinados pelo governador no dia 28 de outubro de 2009, na residência oficial em Águas Claras, onde posteriormente foi encontrada a impressora Xerox na qual se deu a impressão. Esses documentos foram rubricados por Durval Barbosa, que os entregou à Polícia Federal em 30 de outubro, ocasião em que declarou não os ter doado a Arruda.

Dessa nova ação penal constarão documentos, vídeos, perícias e outras peças, todas separadas do inquérito 650. O MPF pede a condenação de Arruda por ter inserido declaração falsa diversa da que deveria ser escrita e por falsidade ideológica.

A ação penal recebeu o número de 624 e o relator é o ministro João Otávio de Noronha. Este é o terceiro processo contra José Roberto Arruda: o inquérito 650, que apura a distribuição de dinheiro à base aliada do Governo do Distrito Federal, do qual se originaram as duas ações penais - esta última e a 622. Esta, com acusações de corrupção de testemunha e falsidade ideológica, envolve além do governador do Distrito Federal, o suplente de deputado distrital, Geraldo Naves; o secretário de Comunicação, Wellington Luiz Moraes; o conselheiro do Metrô Antônio Bento Silva; o secretário particular de Arruda, Rodrigo Diniz Arantes; e Haroaldo Brasil de Carvalho.
Fora outros processos contra Arruda que constam no STF e STJ.

Funcionários do Congresso ganham 15% de aumento...

Congressso briga para dar miseros 7% para aposentados.....


          Como vamos fazer pra roubar mais nas Eleições amigo?
      Dar um aumento de 7,7% pra esses famigerados, é um absurdo!


Câmara e Senado inflam suas fatias no Orçamento de 2010

Peça aprovada prevê gasto extra de R$ 610 mi com o aumento das Casas, valor que não constava da proposta do Executivo
Congresso usou argumento do aumento de sua folha, mas gastará apenas metade do valor solicitado com o reajuste dos funcionários, FÁBIO ZANINI SUCURSAL DE BRASÍLIA.

Ao aprovar o Orçamento geral de 2010, no final de dezembro, o Congresso engordou em R$ 310 milhões a sua própria fatia no bolo. Para isso, deputados e senadores inflaram a expectativa de gastos no ano com o aumento de seus servidores.
A peça aprovada, que ainda aguarda sanção do presidente Lula, prevê gasto extra de R$ 610 milhões em 2010 com os aumentos nas duas Casas. Este valor não constava da proposta inicial do Executivo e foi acrescentado pelos parlamentares.
O reajuste atende a uma reivindicação antiga do sindicato da categoria. Funcionários efetivos terão aumento de 15%, mais adicional de gratificações. Para os servidores com cargos de natureza especial (indicações políticas), o aumento será de 33%, em média.
Para entrar em vigor, deve ser aprovado projeto de lei. Na Câmara, isso já ocorreu no início de dezembro. No Senado, ainda não foi votado.
O projeto estipula, no entanto, que o reajuste será válido apenas a partir de 1º de julho. O gasto previsto em 2010 na Câmara será de R$ 200 milhões, e no Senado, de R$ 100 milhões.
Assim, o Congresso, usando o argumento do aumento de sua folha, abocanhou R$ 610 milhões, mas vai gastar R$ 300 milhões. A sobra de R$ 310 milhões representa uma elevação de 4,5% no orçamento conjunto das duas Casas.
As direções da Câmara e do Senado alegam que pediram os recursosextras como uma "precaução" para o caso de sofrerem derrotas judiciais em ações trabalhistas ao longo do ano, mas admitem que isso pode não se confirmar.
O relator-geral do Orçamento, Geraldo Magela (PT-DF), afirma queeguiu a orientação recebida da Câmara e do Senado. "Eu simplesmente aprovei os valores que as duas Casas me disseram que era necessário."

Ficha Limpa 1.... Jader Barbalho

Será qe vamos conseguir barrar esse canalha dás Eleições de 2010?











Desde que voltou à Câmara em 2003, o deputado Jader Barbalho (PMDB-PA) costuma se sentar numa das últimas fileiras do plenário. Naquele espaço apelidado pelos parlamentares de “Valle de los Caídos”, preferido daqueles que não querem aparecer. O piso da galeria superior forma ali um teto baixo, e a menor exposição à forte luz do plenário esconde quem opta por se sentar por lá. A penumbra do ambiente espelha a atuação de Jader nestes últimos sete anos: o deputado paraense, de fato, atua nas sombras. Alia uma apagada atuação parlamentar a uma destacada articulação política nos bastidores.

Desde que voltou à Câmara, depois de ter renunciado ao mandato de senador para não ser cassado, Jader não apresentou nenhuma proposta na Câmara nem relatou qualquer projeto de lei. Não discursou nem fez uso da palavra uma única vez sequer no plenário. Na atual legislatura, iniciada em 2007, o peemedebista não compareceu a nenhuma das 149 reuniões da única comissão de que participa. Esteve presente em menos da metade das 314 sessões deliberativas realizadas de fevereiro daquele ano até a semana passada.

Apesar dessa atuação parlamentar aparentemente pífia, Jader é líder em todas as pesquisas para senador e governador no Pará. Nessa condição, é assediado por adversários históricos e se prepara para voltar ao Senado, de onde foi varrido por denúncias de desvio de dinheiro público em outubro de 2001.

Nove anos depois do que parecia ser sua derrocada, ele controla um orçamento anual de mais de R$ 7 bilhões por meio de afilhados políticos nos governos federal e estadual. Pelas mãos de seus aliados, passarão este ano os R$ 6,5 bilhões do orçamento da Eletronorte e outros R$ 519 milhões dos cofres do governo do Pará. Jader tem sob seu controle outros 340 cargos comissionados do governo estadual, além das diretorias da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e dos Correios no estado.

No PMDB paraense, ninguém ousa questionar sua autoridade. Na presidência regional do partido, tem as rédeas de 45 dos 143 prefeitos paraenses. Seu filho, Helder Barbalho (PMDB), é prefeito de Ananindeua, cidade de 500 mil habitantes localizada na Grande Belém, e presidente da Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (Famep). Seu primo, José Priante (PMDB), vive a expectativa de assumir em breve a prefeitura de Belém caso a Justiça eleitoral confirme a cassação do atual prefeito, Duciomar Costa (PTB), por abuso de poder econômico.  
No plenário, o peemedebista paraense é ausente e tem atuação apagada. Nos bastidores, porém, continua sendo um político poderoso, controlando por meio de aliados um orçamento que passa dos R$ 7 bilhões
E o canalha ainda tem essaverba a sua disposição......

William Shakespeare e Mark Knopfler


 Ouçam que linda e orquestrada música.......



 


Mark Knopfler - Romeo And Juliet A Night In London

Violinos e Guitarra falam por si só a Música

Uma outra versão, mas linda e bela de se ouvir...

Mark Knopfler - Brothers in Arms (Night in London Live DVD)

Mark Knopfler - Brothers in Arms

Robbie Williams - My Way - Um belo Classico de Sinatra

The eagles - Hotel california (acoustic - Simplesmente linda