Músicas preferidas

Loading...

terça-feira, 15 de junho de 2010

Postado por um guria de apenas de 14 anos, da cidade de Votorantim, interior de SP, mas já com uma consciência, uma percepção da vida, uma sensibilidade de humaninade ao próximo que surpreende.

Leiam a matéria abaixo....


Posatado por Jesii Maceddo

 http://tudocmjesiimaceddo.blogspot.com


Brasil: Um País de todos? Ou... Da Infração dos Direitos Humanos?


Sou apenas uma adolescente, de 14 anos, mas já vejo o que o mundo é hoje!
Dizem que, todos nós somos protegidos pelos Direitos Humanos, mas, no entanto, esses mesmos, não são garantidos para todos os cidadãos.
É comum vermos nos telejornais de toda rede nacional e pública, Políticos corruptos, que pegam nosso dinheiro para fins próprios; Greves em Hospitais Públicos; Mau atendimento, “médicos” com diplomas comprados, etc. Em relação à violência, vítimas do chamado BULLYING; jovens e crianças, vítimas de estupro, muitas vezes, seguido de morte. E por aí, vai!
A resposta? Pois é, também gostaria de saber! Mas em todo o caso, isso tudo só depende de NÓS: Dizem que nada muda, se você, não mudar! Então, isso quer dizer que, todos devemos fazer nossa parte: Se cada um de nós lutássemos juntos pela mesma causa, pelo mesmo objetivo, denunciando criminosos, pegando no pé dos políticos, enfim, se cada um de nós fizesse o que deve ser feito, conseguiríamos ir um pouco além do que já chegamos... Conseguiríamos fazer a frase: “Brasil: 
Um país de todos”, se tornar real.

9 comentários:

  1. Obrigada Pela Visitinha
    Estou Seguindo Aqui Para Saber O Que Rola Por Aqui
    Achei Muito Legal O Que Você Escreveu E Concordo
    Penso Junto Com Você, O Brasil Não É De Todos ..

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso seu comentario da realidade de nosso país!! Obrigado pela visita!! Temos muito o que melhorar com certeza!!! Beijo!!

    ResponderExcluir
  3. Canto para contar daquele instante/ quando o que mais amamos chega ao fim/ e um belo simulacro delirante/ usurpa-lhe o lugar; quando é assim/ que a arte desfaz da luz agonizante,/ convence a muitos, não comove a mim.
    Bruno Tolentino.

    Vim visitar teu blog e desejar uma linda noite, cheia de luz, poesia e inspiração.
    O texto é interessante e necessário. Parabéns!
    Com carinho da Fada do Mar Suave.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Olá, em primeiro lugar obrigado por me seguir tembém estou seguindo e coloquei seu link em meu Blog.
    Quanto a materia publicada aqui pela adolecente, digo, essa pessoa tem um tino de vislumbrar o que está acontecendo em nosso país, muito mais do que os que comandas tanto na política quanto nas administrações públicas,
    Bravo por captar assuntos tão importantas.
    Ps: Gostaria de tomar a liberdade de solicitar o arbritrio de poder publicar essa meteéria em meu espaço Blog. Casa seja positivo dei-me o k!
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Oi,obrigada por sua visita e por seguir o meu blog. Gostei muito do texto, é a nossa triste realidade ... Que espero com muitos , que um dia mude !!!

    Bjs com carinho ...

    ResponderExcluir
  7. Oi, publiquei esta postagem em um dos meus espaços que mantenho, segue link; Blog Jornal do Ivie: http://iviecidreira.blogspot.com/
    Obrigado e abraço.

    ResponderExcluir
  8. Marcio!
    *-*
    confesso que fiquei muiito surpresa cm essa postagem e também muito feliz, pq não imaginava que fosse causar tanto impacto cmo causou :x
    quero agradecer ao apoio, e dizer qe muitas postagens ainda virão!
    o seu blog é incrível, e eu virei fã! *o*
    obrigada!
    uma ótima semana pra você !
    bejõ!

    ResponderExcluir
  9. Olá, Márcio, vim devolver a visita ao meu bloguinho e acabei por dar uma olhada rápida no seu, mas depois vou ler com calma, pois vi muitos posts interessantes.

    Um homem politizado: tenho que acompanhar este blog!

    Falando em direitos humanos, infelizmente esta expressão está banalizada, ridicularizada. É tão usada sem critério algum para a defesa de qualquer coisa que perdeu a sua força. Levanta-se a bandeira dos direitos humanos do preso, do sonegador de tributos e de tantos mais que a sombra da bandeira escondeu os direitos humanos daqueles que foram as verdadeiras vítimas. Não há um equilíbrio. Qualquer reclamação trabalhista, qualquer ação por receber uma fatura excessiva (e não digo que isso é certo e se deva aturar passivamente), fundamentam o seu direito nos DH's. Só falta falar em direito humano da empresa ( e olha que se atribui no que couber a ela este tipo de direito segundo súmulas e enunciados de jornadas jurídicas).

    Espero, espero mesmo, pois a esperança nos segura em pé, que entendamos o real valor do homem, politizando as pessoas, formando uma sociedade cidadã.

    Para finaliza o comentário que acabou virando um texto, acho que tudo se resume em liberdade e bem o sabia Jean-Jacques Rousseau quando disse que "renunciar à liberdade é renunciar à qualidade de homem, aos direitos da humanidade e até aos próprios deveres; não há recompensa possível para quem a tudo renuncia e destituir-se de toda e qualquer liberdade equivale a excluir a moralidade de suas ações."

    ResponderExcluir