Músicas preferidas

Loading...

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Discriminação ou Ignorância, do Ser Humano?

Oi minha querida Menina Poeta, curiosa e aprendiz, mas que, me surpreende a cada dia, com suas Ordens, como uma Coronel Nordestina, mas essa, da Paz...

Vamos lá menina!

Vamos voltar um pouco no tempo, pra falar do tal preconceito, no qual o País comete sobre o Povo Nordestino...

Podemos falar de Paz, Guerra e Paes....

Olha que o preconceito está embutido nos três temas!

Paz - Talvez uma expressão onde, viesse a ser levada em conta o conforto à todos, dando tranquilidade ao Ser Humano, no sentido da palavra, A Paz! Igualdade para todos, sem distinção. concorda?

A Guerra - Vamos voltar ainda mais um pouco no tempo, fim do século XIX, Guerra do Canudos, lembra-se dela?
Faltavam dois anos para a Proclamação da República e, pouco tempo da libertação dos escravos..
De 1886 até 1987, se deu o conflito, no qual culminou na Guerra do Canudos, liderada por Antônio Conselheiro, no interior da Bahia...
Fruto de uma crise na qual o país passava, por vários motivos, um deles , acho que o principal, foi a libertação dos Escravos, pois com isso, os Grandes Latifundiários, perderam a mão de obra que tocavam as fazendas, mas sendo que, mão de obra explorada, de graça!
Esse foi um dos fatores, menina Mara!!
Gerando na época, uma multidão de miseráveis negros, depois de escravos, pobres e sem nenhuma perspectiva de vida...
Unindo-se a crença e a esperança, milhares dessas pessoas sertanejas, partiram em direção a Canudos, onde ali, novamente culminou uma outra Ira, a dos Latifundiários fazendeiros quase que falidos e, a Igreja, temendo que o Povo criasse uma revolta ainda maior...
Daí veio a Força Bruta, a Guerra sem escrúpulos e caráter algum, contra um povo já sofrido, sem esperanças, onde foram abatidos, depois de três  tentativas sem sucesso, dos militares encarregados de acabar com os amotinados em Canudos..
Na quarta tentativa, o Povo, que na época, passava dos 25 mil habitantes, todos motinados em um terreirão, entre arbustos, de uma árvore típica do sertão nordestino, chamada de favela, por isso o nome hoje, de comunidades pobres, aglomeradas em barracos, chamada de Favela...
Mas isso se deu, porque o quarto batalhão enviado pelo pelo Exército da capital, Rio de Janeiro na época, considerada hoje como, Uma Verdadeira Chacina Humana. Uma carnificina, onde o Vilarejo inteiro foi devastado, mortos, mais de 25 mil pessoas entre, nordestinos e, aproximadamente 5 mil soldados..
Povo amotinado em Canudos...
Por isso o nome dado a primeira favela do pais existente, no morro da Providência, na cidade do Rio de Janeiro!
Morro da Providência, Favela!!
Da Providência , por que?
Todos os moradores do morro, eram os soldados que voltaram vitoriosos da Guerra de Canudos, que ali ficaram instalados, na providência de que, o Governo com a promessa feita a eles, de que providenciariam casas, moradias para todos, entendeu?
Essa Providência nunca foi tomada, pois o Morro, famoso na Cidade do Rio, hoje, nas manchetes, ocupada por uma UPP, espécie de um Batalhão da Pólícia Militar, para dar ordem a comunidade...
Violenta e, de certa forma num ponto estratégico da cidade, pois fica atrás da Central do Brasil, no Centro da cidade...
123 anos após a Guerra dos Canudos, o Morro da Providência continua lá, sem que o Governo, tenha tomado nenhuma providência em, alocar os soldados da Guerra, em casas prometidas na época, entendeu?

Agora mudando de assunto, sem perder o rumo da conversa!

Morfológicamente falando!

Em linguística, morfologia é o estudo da estrutura, da formação e da classificação das palavras. A peculiaridade da morfologia é estudar as palavras olhando para elas isoladamente e não dentro da sua participação na frase ou período. A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição.

Agora, Fonéticamente falando, ou ouvindo!

Paz e Paes, se confunde, em se tratando só no sentido da palavra dita, concorda!

Falamos por exemplo ao telefone, ou mesmo num bate papo ao celular, as palavras se confundem, se fundem como uma só, não acha?

Bem!
Paz, como já citei lá em cima um exemplo... Na minha opinião, seria a harmonia de uma sociedade, sem distinção de raça, crédulo, cor, razão social ou, seja lá por qualquer outro motivo!

Paes, onde cito, vem da origem, Eduardo Paes, Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, irônico, não?

Agora vamos falar do Preconceito, no qual, em uma situação em que uma ou mais pessoas, faz menção honrosa ou, crítica a outra, de forma discriminatória...

O que aconteceu de verdadeiro nessa História toda?

Na verdade minha querida Mara, posso eu dizer que você, uma menina, guria, muleca, sem discrimina-la, dos tantos nomes nos quais chamei-a agora...
Pois isso seria no caso, regionalismo, concorda?
Guria no sul, é uma forma comum de tratamento entre eles próprios, no Rio seria uma ofensa , talvez... Muleca, seria no caso, muleca de Rua, também uma ofensa a você, ou não?
Talvez tipos de preconceitos, também!

Então minha querida menina linda Mara, nosso prefeito Eduardo Paes, seria um cara meio que preconceituoso, não preocupado com a pobreza humana que assola a cidade do Rio de Janeiro, com projetos Bilionários, onde o Povo como um todo, não importa para ele, mas sim, um estato de riqueza e beleza, com obras faraônicas, sem nenhum escrúpulo ou preocupação com o Povo ou a Pobreza dos mesmos...

Uma das passarelas do Metrô do Rio, inaugurada agora, dia 1 de novembro de 2010, custou a bagatela de 80 milhões de reais, acredita?
Nova passarela da Estação da Cidade Nova, Metrô...


Parece o Euro Túnel, coisa de louco mesmo!


Mas isso acontece País a fora, onde no Nordeste, milhares de pessoas foram tragadas, expulsas pelos antes e, ainda Latifundiários e, Políticos ordinários que temos...

Por exemplo, Alagoas, considerado o estado mais pobre da do PAÍS, onde teve, e tem vivo ainda, um Ex Presidente da Repúplica, Collor de Mello, e atual senador pelo seu estado.. Mas também, ainda teve outra, Heloísa Helena, senadora, também que durante seu mandato, nada fez para mudar a pobreza naquele estado, de origem dos dois, corruptos e safados...

Dizer que, um nordestino é burro, ignorante, pobre, sem cultura, na minha opinião, não é um ato de discriminação, mas sim, Plena Ignorância do Ser Humano!
Essa é minha menina Mara!!
Posso dizer que essa Guria, é menos ou menor que qualquer outra pessoa, com um sorriso desse, gostoso e, com uma cabeça  e um coração, que Amo!!!

Pelo menos, conheço vários nordestinos, inteligentes, cultos, de coração bom, por exemplo, por citar você como exemplo, ou muitos outros...

Mas na verdade MARA, não podemos levar em conta, declarações como essas, nas quais uma pessoa ou a Mídia, coloca de forma nociva, uma simples declaração, onde se transforma numa ofensa a  um Povo como um todo, entendeu?

Considero todos como, farinha do mesmo saco! Eu, você, Valéria, Livinha, Fátima, , essa minha amiga, na qual postei a matéria sobre o e-mail que recebi dela...
Digo, farinha do mesmo saco, no bom sentido da palavra, mas não como ofensa pelo ditado popular, entendeu?

Viu como a coisa pode se transformar, dependendo de como colocamos ou falamos, mas como no nosso caso, temos a intimidade para isso, podemos tratar a coisa dessa forma! !

Mas ignorância do Ser Humano, principalmente em ofender, denegrir alguém, ainda é um dilema sério, onde vai perdurar por muitos e muitos anos...

Então, minha querida menina Mara!

Não leve isso em conta, essas declarações ofensivas , mas sim, sua capacidade de ser e ver que outras pessoas podem ser tão boa quanto você,  e também diferente, mas não pior!

Espero ter dado melhor compreensão as suas dívidas e, ao dilema que causou tal frustração com declarações, nas quais, fúteis, tenha te ofendido ou ao Povo nordestino, que tenho um grande Amor e carinho, pois como sabes, já convivi durante três anos de minha vida nesse território que, apesar da pobreza que vi, amei o Povo como um todo.. 
E digo mais.. Tenho verdadeiros amigos Nordestinos, fiéis, amigos do peito mesmo!
Beijos no coração de uma linda , Muleca e, inteligente Nordestina Arretada!!

Marcio RJ

7 comentários:

  1. Eu não tenho nem palavras pra complementar seu texto querido, vc foi totalmente PERFEITO em suas colocações.....eu te aplaudo de pé, parabéns.
    Bom fim de semana, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Quanta firmeza e contundência nessas suas palavras, se admirava antes agora mais ainda.
    Como diz a comentarista anterior não tem palavra para complementar seu texto.
    PS: Espero que você já esteja em plena forma física, que a recuperação da cirurgia tem sido plena e satisfatória.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada meu querido!
    Eu já pensava assim como você,mas precisava da sua opinião,sabe aquelas coisas que acontecem com a gente espera que aquela mesma pessoa nos diga algo?Você é assim!
    Obrigada,obrigada,e não esquenta quanto ás gírias,eu entendo hehehehehe
    Um xero
    Te espero aqui em Natal
    A Cara da Poesia

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo, excelente texto. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Meu adorado amigo, com toda certeza amo ser farinha do mesmo saco, junto com voce e nossas amigas todas, citadas por voce, porque sei que somos do Amor...que amamos a todos, sem discriminar ninguém...pois todos tem sua beleza regional, sua riqueza cultural e somos mesmo, todos irmãos e penso que este deve o ser o sentimento que temos que manter em nossos corações.
    Meu querido...minha gratidão sempre pelo carinho e amizade... tenha um final de semana lindo...deixo meu carinho a ti...beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Muito obrigada pela visita , comentário e por seguir!
    Sim ... é um momento , fases maravilhosas da vida, nada como amar e ser amado!
    Bjs!
    Seguindo-te!

    ResponderExcluir
  7. OPS!!! farinha do mesmo saco...adorooo!!!!e dessa farinhada deve sair um ótimo bolo de festa.somos farinhas especiais pois somos suas amigas...eu Fá!

    ResponderExcluir